:: 07/07/2014
:: Primeiro trecho do Rodoanel Leste entregue


Primeiro trecho do Rodoanel Leste entregue

O Governo do Estado de São Paulo entregou ontem, 3 de julho, o primeiro trecho do Rodoanel Leste, entre a interligação com o Trecho Sul e a Rodovia Ayrton Senna. Com a abertura deste trecho – as pistas foram liberadas pra o tráfego hoje, 4 de julho –, os motoristas que costumam passar pela região vão gastar 40% a menos no tempo de viagem.

O governador Geraldo Alckmin explicou que foram entregues 37 km do Rodoanel Leste, que liga Mauá, passando por Ribeirão Pires e Suzano, até Itaquaquecetuba, chegando à Ayrton Senna. Estima-se que este trecho receba diariamente 43 mil veículos, após a conclusão das obras, e 33,2 mil no trecho liberado.

Pelas pistas entregues, o percurso que era feito em 38 minutos poderá ser realizado em 23 minutos. A ligação entre o trecho sul e a Rodovia Ayrton Senna é de grande importância logística, pois faz a conexão entre as rotas que levam ao Aeroporto Internacional de Cumbica e ao Porto de Santos.

As faixas disponíveis também serão utilizadas pelos motoristas que vão da Zona Leste da capital para a Região do ABC e para os municípios do Alto Tietê. Especialmente no horário de pico, estima-se que o motorista ganhe até uma hora, também reduzindo os custos de viagem.

As obras do trecho leste receberam R$ 3,6 bilhões de investimento do Governo do Estado e estão sendo realizadas pela concessionária SPMar sob fiscalização da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp)

Os 37,7 km de pistas inauguradas ontem representam 81,6% da obra, que terá um total 43,5 km de extensão. A segunda etapa, que vai da Rodovia Ayrton Senna até a Rodovia Presidente Dutra, tem 5,8 km e será entregue ainda no segundo semestre deste ano.

Além da ligação com a Dutra e a Ayrton Senna, o Trecho Leste terá acesso à Rodovia João Afonso de Souza Castellano, acesso a Mogi das Cruzes e cidades vizinhas, e à Avenida Papa João XXIII, na interligação com o Trecho Sul.

O governador também divulgou que estão em andamento as obras a fim de realizar a interligação com o Rodoanel Norte. “Desta forma, praticamente fecha os 178 km do Rodoanel Metropolitano de São Paulo, interligando as dez autoestradas que chegam à metrópole, e interligando ao Aeroporto de Cumbica e ao porto de Santos”, diz.

Alckmin autorizou, ainda, a obra entre Suzano e Ribeirão Pires, o novo trevo feito pela concessionária, que corresponde à duplicação da Estrada dos Fernandes. “Isso ajudará a região de Suzano e também a região do ABC. É uma obra estratégica e importante”, afirma.

Fonte: Tecnologística



. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Página Desenvolvida pela Brasilnet®

 
Publicidade:





 
 

 

 

 

   
 
 
 

 
    

Publicidade: